sexta-feira, 26 de abril de 2013

Cama não compartilhada e visitas noturnas.. Ou como quebrar as pernas da mãe..

Lá em casa não somos nem nunca fomos adeptos à cama compartilhada com as crianças. Desde o primeiro dia cada um dorme no seu espaço e isso sempre foi regra e nunca foi um problema.

É claro que desde que os pequenos saíram do berço e ganharam suas camas os passeios noturnos pela casa  acontecem e o destino invariavelmente é a cama da mamãe.. Quando isso acontece  procuro sempre dar um carinho mas logo que dormem de novo levo eles pra suas camas..

Isabel que é bem caxias não costuma fazer este passeio com muita frequência, já o Marcos é o rei das visitas noturnas..

Noite passada ele foi pra minha cama duas vezes. Da primeira vez levei ele de volta como de costume, mas da segunda, já quase de manhã, acabei deixando ele ficar por lá mesmo..

Hoje de manhã, quando eu estava trocando a roupa dele pra ir pra escola, peguei ele no colo e perguntei: 

"Filho, vc lembra quantas vezes foi pra cama da mamãe essa noite?"

"Hunnn, duas.."

"E qual era nosso combinado?"

"Cada um na sua cama mamãe.."

"Então porque vc foi pra lá filho?"

Ele então me olhou com seus olhinhos brilhantes, puxou sua voz mais dengosa e me disse:
"PORQUE EU TE AMO!"

Ploft!!

Marcos 1 x 0 Mamãe

Adorei perder essa!! :)

3 comentários:

Débora disse...

É de chorar né....
Lindo!
Bjs

Fernanda Kahn disse...

Estou passando exatamente pela mesma coisa com o Dani. Achei que fosse porque a Maya nasceu ou porque tirou a chupeta... O Dani também vem com essas "te amo tanto" "não gosto de dormir sozinho" "a sua cama é muuuito boa". E ainda acordo para amamentar...
Se conseguir acabar com isso, me avise.
Bjs

Anônimo disse...

Deve ser duro mesmo, tanto para vc como para eles. Mas o eu te amo ou eu estou com saudades, mata a gente mesmo.
BJks Tia Cris